Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

O anuncio

Depois do anuncio da desistência do candidato a candidato a Secretário Geral do PS, Armando Ramalho, lembrei-me de Tino de Rãs.

 

Tino, era o que era. Dele esperávamos qualquer coisa. Até a inconsciência socialista em desafiar o chefe supremo.

 

De Armando esperávamos coragem. Ainda que associada a uma pesada derrota e ao fim de uma militância de base.

 

Armando desistiu. Não conseguiu reunir as assinaturas, ainda que, aposto, houvesse quem quisesse assinar.

 

Armando é como Tino. Dois incompreendidos do povo socialista.

publicado por Sérgio de Azevedo às 09:43
link do post | comentar | favorito
|

.Autor

.pesquisar

 

.posts recentes

. Temporariamente aqui!

. Ausência II

. Ausência

. A hibernação chegou ao fi...

. Excitações

. Em nome da transparência

. Não resisto a perguntar

. Gripes, baixas, birras, a...

. Constatações

. Sinais

.arquivos

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

    follow me on Twitter
    botão amigos
    Twingly BlogRank

    .subscrever feeds