Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Já chegámos à Madeira?

Apesar de contornos pouco esclarecedores (fazendo fé na noticia do jornal "Público") não é o facto da RAM recorrer ao crédito, e em que que circunstancias recorre a esse crédito, que me choca. O que é verdadeiramente inaceitável, é a promiscuidade reiterada de alguns politicos  que, em beneficio proprio, usam e abusam dos lugares públicos que ocupam, refugiados num estatuto regional obsoleto e pouco transparente.

 

Fazer politica nestas condições, é um convite à desonestidade e à falta de transparência.

publicado por Sérgio de Azevedo às 09:57
link do post | comentar | favorito
|

.Autor

.pesquisar

 

.posts recentes

. Temporariamente aqui!

. Ausência II

. Ausência

. A hibernação chegou ao fi...

. Excitações

. Em nome da transparência

. Não resisto a perguntar

. Gripes, baixas, birras, a...

. Constatações

. Sinais

.arquivos

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

    follow me on Twitter
    botão amigos
    Twingly BlogRank

    .subscrever feeds