Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Um problema poético

A indecisão e a indefinição continuam a ser os grandes problemas de Manuel Alegre. Desde as eleições presidenciais que o percurso do poeta tem sido um redondo de avanços e recuos. Alegre está perdido no seu caminho politico,e é notorio que não sabe o que fazer com os cerca de 1 milhão de votos que conquistou a uma gente que via nele uma ruptura com o paradigma politico vigente, em defesa de valores e principios sobejamente "esquecidos" pelo sistema politico-partidário.

Os seus avanços e recuos poderão, e irão certamente, sair-lhe caro. O povo, para além de não esquecer, não gosta de meias tintas. Alegre tem sido um "meia-tinta". O poeta pode ter a arte mas falta-lhe o engenho.

publicado por Sérgio de Azevedo às 09:52
link do post | comentar | favorito
|

.Autor

.pesquisar

 

.posts recentes

. Temporariamente aqui!

. Ausência II

. Ausência

. A hibernação chegou ao fi...

. Excitações

. Em nome da transparência

. Não resisto a perguntar

. Gripes, baixas, birras, a...

. Constatações

. Sinais

.arquivos

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

    follow me on Twitter
    botão amigos
    Twingly BlogRank

    .subscrever feeds